quarta-feira, 10 de agosto de 2016

Jonatan Magella nasceu em 1990, em Paracambi, na Baixada Fluminense. Vive na região desde então, tendo morado em sete cidades baixadenses. Seus primeiros poemas datam de 1995, tendo publicações em jornais de Belford Roxo à época. Durante a adolescência, escreveu letras de música e pensamentos em um blog que nunca teve coragem de excluir. Desde os vinte anos, tem escrito contos e novelas, que resultaram nos livros O funeral das minúcias e Tempo severo. O autor alcançou o 2° lugar no concurso internacional de contos da Casa do Poeta Brasileiro de Praia Grande com a obra "Papo de homem". Venceu o concurso de crônicas do Itaú cultural em 2014. Recebeu o prêmio de melhor texto no Sarau de esquetes do FAMA, com Mente vazia, oficina de Gimenez.

Quem desejar adquirir os livros, poderá fazê-lo através dos telefones 021-26695088 e 021-987916520 (whatsapp) ou pelo e-mail Jonatanmagella@gmail.com.




Crônicas

Acesse as colunas de Jonatan Magella nos portais Baixada Fácil e O Melhor da Baixada.


Contos, novelas e roteiros

Os textos abaixo são CONTOS e NOVELAS escritos a partir de 2010. Alguns deles estão no livro O funeral das minúcias (Editora Gambiarra profana), publicado em 2015.
Esta iniciativa visa a democratização da literatura em prol da livre leitura e apreciação de todos.


NOVELAS


A inexistência

O prazer da irrelevância


CONTOS

A carta sobre o muro

A carteira branca

A cidade quase vazia

A rua dos silêncios

Alívio e frustração

Andorinha do ártico

Bar logo pela manhã

Canal de transmissão ou A loucura do primo de Wallace

Chuva fina, frio e inocência

Das dificuldades de um brinde

Deriva

Deus é apenas um ser solitário

Encontros

Envelhecer, rito fortuito

Febril no verão

Forca em tempos de antagonismo político

Imagem e semelhança

Insuficiências

METONÍMIA

O buraco é mais embaixo

O comum e o extraordinário

O distribuidor de água

O drama secreto de Rato

O funeral das minúcias

O homem que fazia favores

O irmão de André tem razão

O sobrado

O tamanho da sabedoria

O terreno


Os mamadores

Papo de homem

Remorsos

Tudo por Vitória Kelly

Um brinde ao fim

Um norte provisório para Cícero

A carta sobre o muro

Das dificuldades de ser um ator social